Como o CBLoL ajudou a levantar o esporte eletrônico no Brasil
Como o CBLoL ajudou a levantar o esporte eletrônico no Brasil

Campeonato Brasileiro de League of Legends

League of Legends: CBLoL 2020 acontece em São Paulo, no dia 25 de janeiro a 2 de maio (Riot Games/Divulgação)

Em 2012, a Riot Games abriu o primeiro servidor de League of Legends no Brasil. Com a chegada do game, a vinha e o primeiro Campeonato de League of Legends no país, visto que a comunidade local já existia antes da abertura do servidor. Cerca de 100 milhões de jogadores ativos no mundo de hoje, o jogo logo se transformou em alta temperatura lugar. A equipe vencedora do primeiro torneio, ligue para a vTi Ignis – hoje extinto -recebeu um prêmio, que, inicialmente, é de 25 mil dólares.

Com as posições que, geralmente, dura de 30 a 50 minutos, o jogo consiste no fato de que, com duas equipes distintas, cinco campeões do mundo – como são chamados de heróis – cada um se conhecer, para destruir a base, ou o Nexus do inimigo. Para atingir a base do time, os adversários devem escolher uma das cinco rotas e destruir as três torres que se encontram ao longo do caminho. Para crescer no jogo, você precisa coletar ouro, erguem-se as torres e os inimigos e, para aprimorar suas habilidades com a ajuda de uma experiência em jogos.

O jogo já habituais da comunidade brasileira, mas CBLoL fazer o gênero de jogos para multiplayer battle arena online – conhecido sob a sigla “Se” – entrou rapidamente, os jogos mais populares em nível nacional. O campeonato servir de base para as outras competições de League of Legends, enquanto Complexas do Circuito e do Circuito Brasileiro. Hoje, CBLoL tornou-se um dos responsáveis pela cobertura e o público do jogo entre a população do brasil. O torneio será transmitido SporTV e a final já foram realizadas em lugares como Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, e no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

Carlos Antunes, diretor de e-sports em portugal e no Brasil, a fama do jogo entre o público “, devido ao fato de que a Riot lançou o game no Brasil. “Nós estabelecemos que ha ha brasileiro, a localização, a duplicação, a história e para os campeões do mundo, traduzidas para o português, portanto, que a participação da comunidade rápido e tão profundamente, além disso, incentivar os criadores de conteúdo para o YouTube, para contar um pouco mais sobre o jogo, e para os seus seguidores”, disse Antunes em EXAME, durante o primeiro dia de CBLoL este ano.

Neste ano, a primeira etapa do campeonato – a tarefa de dividir durar 11 semanas, a partir de 21 rodada e partidas, que acontecem no sábado e domingo, com um curto e comentários no SporTV, o departamento de eSports canal. 8 equipas – “Flamengo” eSports, Prodigy Esports, a FURIA Uppercut, Comprar eSports TD, paiN Gaming, Moro Keyd, INTZ e-Sports e o KaBuM! e-Esportes – se você vai assistir a três vezes cada. Na final, em terceiro lugar disputará uma vaga para a final com o segundo lugar, enquanto na quarta posição irá enfrentar a equipe, que completaram o círculo em primeiro lugar.

Consulte e

  • TECNOLOGIAJogo de League of Legends para o celular vem apenas em 2020.query_builder 17 de outubro de 2019 – 16h10

Antes e depois de League of Legends

Mas ha ha não é o primeiro jogo online para praticar os brasileiros, esporte e eletrônicos. Em 2006, seis anos antes do lançamento do servidor no brasil Lol, a equipe foi totalmente brasileiro, Made in Brazil já venceu o torneio em um mundo de Counter-Strike 1.6, um dos jogos da série Counter-Strike é um jogo multiplayer de tiro em primeira pessoa. Apesar do fato de que os gols brasileiros na arena internacional, a equipe, só se as regras em 2012. e só volta em 2018, quando venceu o torneio Zotac Masters Cup, em hong Kong, e garantiu a 200 mil dólares como prêmio.

Apesar da falta de MIBR, em poucos anos, no caso de presença no brasil, o jogo de Counter-Strike: Global Offensive é alta: em 2016, a seleção brasileira SK Gaming ganhou ESL One Colônia, um dos 10 maiores torneios de CS:GO no mundo. Outros jogos que estavam envolvidos, e os brasileiros em torneios internacionais é um Moba chamado Dota 2, onde a equipe paiN Gaming classificação para o The International, que é considerado o maior campeonato mundial do jogo, mas acabou perdendo para o europeu de garantia limitada.

Embora os destaques brasileiros em torneios internacionais, o que não aconteceu, assim como na última década – e, no Brasil, houve muitos concursos, em menor escala os países começaram a criar seus próprios oficiais do evento com a chegada do Twitch, uma plataforma para streaming de games, que popularizou os jogos como League of Legends. Com o público, que manteve uma média de 130 milhões de espectadores por mês em 2016, não é de estranhar que CBLoL torna-se a liga é mais estável durante um curto período de tempo – o torneio garantiu um crescimento linear ao longo de muitos anos, que terminou em um recorde de 600 тыс. únicos espectadores no final de 2019 г., por recomendação de uma Revolta, ao vivo, através de plataformas como o YouTube e o Twitch. De acordo com a holandesa de consultoria Newzoo, o público esports foi de 443 milhões em 2019, um crescimento de 12,3% em 2018. Este ano o limite de tempo para a consulta, que o ritmo continue, como a audiência do esporte eletrônico alcançar 495 milhões de euros.

Outra empresa que, seguindo formas de Rebelião aproveitar o momento para criar um campeonato de seu jogo, foi Ubisoft: no ano de 2017, a empresa anunciou o brasileirão do jogo Rainbow Six Siege, que já envia a sua quarta edição neste ano. A empresa Garena, editora battle royale Garena Free Fire, também anunciou o próprio torneio oficial do jogo, sob o nome de Liga de alumínio Brasileiro Free Fire”, que começou na semana passada – dias 1 e 2 de fevereiro, em novo estúdio, criada para o concurso.

Segundo Newzoo, a receita do mercado de e-sports do mundo foi de 1,1 bilhão de dólares em 2019, o que mostra um aumento de 26,7% em relação ao ano anterior. A maior parte da receita vem de patrocinadores (34,3%). Com o apoio de grandes marcas como Coca-Cola, Mastercard, o Banco do Brasil e a “Nike”, de esportes eletrônicos, embora ainda pouco reconhecido, ganhando a atenção do público e para evoluir, para tornar-se tão importante como o esporte, o tradicional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui